Taxonomias e SEO

Taxonomias e SEO é um assunto que você viu juntos? Preciso confessar que para mim, apesar dos meus anos de experiência em SEO, estou começando a atentar para ele somente quando comecei a estudar semântica.

A taxonomia é um ingrediente essencial para qualquer projeto que envolva informação é a organização dos dados que a geram, para isso é fundamental ter uma boa taxonomia.

Por ser uma estrutura lógica que auxilia na organização da informação, o seu uso é mais que recomendado em projetos digitais, principalmente aqueles que precisam de performance nos buscadores.

Mas antes disso, precisamos responder a essa pergunta:

O que é Taxonomia?

Taxonomia é um vocabulário controlado. Corresponde a uma estrutura lógica que auxilia na organização da informação através das relações de equivalência, hierárquica e de associação.

Essa definição eu aprendi no curso Introdução à Taxonomia Corporativa e Glossário de Negócios, de Renate Land, que fiz agora em Junho de 2019.

Relacionando o que aprendi nesse curso com o que já conheço de Semântica e SEO, entendi que a taxonomia perfeita, corresponde ao modo como os visitantes pesquisam, como os usuários navegam, e claro, como o Google indexa websites.

Tudo isso é importante para o SEO

O primeiro ponto é ser considerado é a facilidade no consumo das informações que a definição da taxonomia traz. Com um fluxo de informações mais claro, seus usuários sem mantém no site, aumentando o tempo de permanência em página.

A organização lógica de suas páginas, favorece o trabalho de marcação semântica e o entendimento por conta dos buscadores.

Taxonomias e SEO: taxonomias para artigos

Além disso os visitantes não terão problemas para navegar até o conteúdo que precisam, aumentando a conversão de suas páginas.

Por tanto, criar uma taxonomia para o seu site já deixa seu site otimizado antes dele ser desenvolvido. As páginas criadas serão mais fáceis de serem indexadas e classificadas pelos robôs. Taxonomias e SEO são parceiros ideais para o seu site se tornar mais semântico.

Facilitando o trabalho de bots, seu site será indexado mais rápido e seu conteúdo classificado melhor.

Taxonomia é o trabalho prévio que vai facilitar o trabalho de todos os envolvidos no projeto.

Taxonomias e SEO

Criar Taxonomias para projetos de SEO (Otimização de Sites) não é algo comum mas é algo que pode elevar seu projeto a um novo patamar.

Pelo menos na minha experiência, geralmente pego sites já criados, para otimizar algo que já está sendo usado, acessado.

Portanto, a arquitetura, o design e o desenvolvimento já foram feitos. Geralmente ignorando as técnicas da Usabilidade, Arquitetura da Informação e Otimização de Sites.

Isso impede que eu crie um mínimo de organização para os dados do projeto. Mas já tive experiências onde participei desde o início e os resultados foram sensacionais:

Ficamos em primeiro lugar para a palavra ADVOGADO, tomando o número 1 da OAB.

Taxonomias como fonte de arquitetura de dados

Eu encaro toda a informação constante em um projeto digital como um dado. E por isso estou falando de dados como uma unidade de informação aqui. E por isso precisamos falar sobre Arquitetura de Dados em Taxonomia.

Taxonomias e SEO: arquitetura de dados, seo e taxonomias

Podemos definir arquitetura de dados como a estrutura dos componentes de dados de uma organização.

Os especialistas podem considerar essa estrutura sob diferentes níveis de abstração e suas inter-relações, bem como os princípios, diretrizes, normas e padrões regem projetos de todos os tipos.

Um trabalho conjunto entre Taxonomista da Informação e um Arquiteto de Dados, envolveria um processo de gerenciamento dos ativos informacionais e um projeto de dados, definindo os objetivo do negócio com aquele projeto em específico.

Em um sentido mais amplo, a Arquitetura de Dados inclui portanto, uma análise completa dos relacionamentos entre as funções de uma organização, tecnologias disponíveis e tipos de dados, se aproximando muito do campo da Taxonomia.

Taxonomias, Dados e SEO

A Taxonomia é considerada um dos domínios que constituem os pilares da Arquitetura Empresarial.

Está intimamente relacionada ao conjunto das definições de estruturas de dados, relacionamentos e regras comportamentais aplicadas quaisquer projetos digitais, sejam eles abertos ao público geral ou não.

Nas minhas pesquisas para esse post encontrei essa planilha com a interessante abordagem do Framework Zachman para a Arquitetura de Dados:

VisãoDados (o quê)Interessado
Escopo/ContextoLista de coisas importantes para o negócio
(áreas temáticas)
Planejador
Modelo de Negócios / ConceitualModelo semântico ou Conceitual / Enterprise Data ModelProprietário
Modelo de Sistema / LógicoModelo de dados lógicoProjetista
Modelo Tecnológico / FísicoModelo de dados físicoConstrutor
Configuração de ComponentesDefinições de dadosIntegrador
Corporação FuncionalDadosTrabalhador

Vejam como os seus itens se relacionam a áreas como SEO Semântico, Marcação Estruturada de Dados e, claro, criação de taxonomias.

Criando taxonomias para sites

Websites que não usam nenhum paradigma de organização das informações se tornam muito mais difíceis de serem navegados e entendidos.

Se o uso de uma taxonomia correm o risco de deixar seus visitantes perdidos.

Em média, 38% dos visitantes de um site mal estruturado o deixará sem executar nenhuma ação.

“Aplicar uma taxonomia bem planejada ao seu conteúdo pode transformar a maneira como você se comunica com seus clientes, organizando suas informações de forma alinhada com o que os usuários esperam. Isso proporciona um imenso retorno do investimento por meio da descoberta aprimorada de conteúdo, localização do SEO e marketing on-line.” , autoatendimento do cliente e comércio. Existem quatro razões principais pelas quais ter uma taxonomia para o seu site é importante.”

Bill Ross, CEO da Linchpin SEO

Então, o mecanismo de pesquisa e meu usuário precisão de uma taxonomia?

Vamos definir novamente o que taxonomia para evitar erros.

Taxonomia segundo a Wikipedia

Taxonomia (do grego antigoτάξιςtáxis, “arranjo” e νομίαnomia, “método“)[1] é a disciplina biológica que define os grupos de organismos biológicos com base em características comuns e dá nomes a esses grupos. Para cada grupo, é dada uma nota. Os grupos podem ser agregados para formar um supergrupo de maior pontuação, criando uma classificação hierárquica.[2][3] Os grupos criados por este processo são referidos como taxa (no singular, táxon). Um exemplo da classificação moderna foi publicado em 2009 pelo Angiosperm Phylogeny Group para todas as famílias de plantas com flores vivas (Sistema APG III).[4]

Dá para entende claramente que a taxonomia começou com a classificação de seres vivos, com a Biologia. Esse modelo de organização é tão eficiente que foi adotada em várias outras área do conhecimento humana.

Taxonomias e SEO: modelo de taxonomia

Aqui tratamos das taxonomias e SEO.

Os usuários pensam sobre o conteúdo de maneiras diferentes

E o seu site deve ser criado e otimizado com eles em mente.

Marcação de conteúdo guiada em uma taxonomia permite relacionar seus conteúdos por tópicos, definindo melhor o seu campo semântico.

Quando eu define a estrutura de conteúdos para o Semântico Blog, define o campo semântico assim:

  • SEO
    • Pesquisa em Semântica
    • Artigos sobre otimização
    • Artigos sobre Semãntica
    • Artigos sobre dados Estruturados
  • Consultoria em SEO

Fiz isso com três objetivos: organizar meu conteúdo, deixando ele mais semântico e também criando uma forma de quem ler meus textos, poder navegar com tranquilidade por entre eles .

Usuários têm interesses diferentes

Uma taxonomia permite conectar pessoas com seus interesses e gostos, espero que isso tenha ficado claro.

Se você puder, deixe seus visitantes personalizarem suas experiências, no seu site. Conectando os interesses do seu negócio com os de seus visitantes, através de seu conteúdo, a sua chance de sucesso aumenta muito.

Os mecanismos de pesquisa precisam de estrutura

Um mecanismo de pesquisa varre a Web atrás de sites da mesma forma que fazíamos anos atrás: navegando por meio de links e estrutura, e eles precisam encontrar dados estruturados para serem eficazes e eficientes.

Quanto mais otimizada for sua estrutura (interna e externamente), mais eficientes e eficientes serão os mecanismos de busca para encontrar, indexar e classificar seu conteúdo. Saiba como usar dados estruturados.

Então,

Como classificar as informações do seu site e criar as melhores taxonomias e SEO?

Determine o objetivo principal que sua taxonomia atende

Há muitos benefícios em usar taxonomias e SEO para seu website.

Um dos benefícios mais importantes da taxonomia é que uma taxonomia tornará possível organizar facilmente seu conteúdo. Outro é que ele ajuda criar conteúdos altamente focados nos termos definidos na taxonomia que definiu.

Mas atente que é essencial determinar em quais desses benefícios você deseja se concentrar. Foque nela primeiro, depois vá ampliando.

Faça pesquisa de termos para cada seção da taxonomia

Embora seja possível fazer uma pesquisa de termos por conta própria, na mão, existe uma variedade de ferramentas que ajudam a automatizar esse trabalho.

Criar uma lista de possíveis termos é o primeiro passo a ser dado, nunca se esqueça disso, porque vai ser importante ter vários termos para cada seção da taxonomia.

É essencial que sejam escolhidas com o foco da relevância do conteúdo da sua página. A Taxonomia criada da forma correta vai poder te ajudar a escolher cada termo e seus variantes de forma consciente.

Considere as necessidades dos leitores do seu site

Você deve examinar cuidadosamente os dados demográficos e os hábitos dos leitores de seu website.

Determinar qual estrutura de taxonomia funciona melhor para o seu site

Existem várias estruturas comuns de taxonomia usadas pelos proprietários de sites. Aqui estão as de website mais comuns:

Taxonomias planas

Uma taxonomia plana para um site define uma home page e uma lista de subcategorias.

Nesse tipo de taxonomia, não há níveis dentro das subcategorias. Isso cria categorias sempre de nível superior, e é possível escolher no menu da página inicial qualquer das páginas que o site tem.

Quais tipos de sites devem usar essa taxonomia?

Ela é indicada para sites pequenos. Onde temos pouco conteúdo, com uma menor divisão entre eles.

Taxonomia hierárquica

Essa estrutura de taxonomia é frequentemente usada para sites que são maiores.

Em uma taxonomia hierárquica, existem categorias principais que incluem subcategorias. Quando um indivíduo clica em uma das subcategorias, recebe opções para uma ou mais subcategorias dentro delas. Em alguns casos, há vários níveis de subcategorias.

Esses são os dois principais tipos de arquitetura de informação que seu site pode usar, se baseando no trabalho de Taxonomias e SEO. É claro que não vamos, em um post, tratar tudo sobre esse assunto, mas espero que seja um ponto de partido para você fazer como eu:

Usar taxonomias em seus projetos de SEO!

 

0 comentários

Trackbacks/Pingbacks

  1. OWL para Empresas - Semantico - […] Saiba como a taxonomia pode lhe ajudar a otimizar seu site […]

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A Web Semântica e o SEO – Ao Vivo

Vamos conversar? Desde 2018 quando entrei em contato com o SEO pela primeira vez uma coisa me incomoda: Ter mais contato com profissionais de fora do Brasil do que daqui. Durante um tempo eu ia em...

Otimização de Sites: as 3 novas diretrizes técnicas

É hora de falar sobre algo que assusta muitos profissionais de SEO e donos de sites: os aspectos técnicos para a otimização de sites. Quando falamos em SEO, a grande maioria das pessoas que tem...

ALBERT, uma versão lite do Google BERT

Google lança o ALBERT, uma versão Lite do Google BERT, uma ferramenta para o aprendizado auto-supervisionado de representações de idiomas. Em um post no Blog de Inteligência Artificial do Google, os...

Entre em Contato

Rua Santo Antônio, 325 - Porto Alegre, RS
+55 51 99541-6223
contato@semantico.com.br

Share This