Google I/O 2019: como o SEO vai ser no futuro?

Entre os dias 7 e 9 de Maio de 2019 em Mountain View, Califórnia, EUA no Shoreline Amphitheatre, aconteceu uns dos maiores eventos de Tecnologia e Inovação do Mundo: Google I/O 2019.

O I/O é um evento criado pelo Google para falar sobre todas as novidades de seus produtos e serviços, compartilhando novidades e apontando caminhos que a empresa vê para o futuro da tecnologia.

O Google I/O e o SEO

Resumidamente vamos falar neste post sobre sobre os caminhos que o Google aponta para a sua busca hoje e no futuro próximo. Então temos que:

  • A Busca atual é móvel e renderizada por agentes móveis!
  • Sites em javascript mais modernos são bem vindos.
  • Imagens grandes e de boa qualidade vão gerar cada vez mais impacto.
  • Os usuários amam imagens grandes e de alta qualidade. Você vai poder mostrar as suas na Busca.

Mas antes vamos falar de algo que eu vejo pesquisando e aplicando em projetos por um bom tempo:

Dados Estruturados

Todo site é feito de dados. Seus textos, suas imagens, gráficos, vídeos são, para os buscadores, dados. O problema é que o que para um ser humano é bem simples de entender (a relação entre uma imagem, um texto e um vídeo) para um computador é quase impossível. Para isso entra em cena a marcação estruturada dos seus dados!

O que chamamos de Dados estruturados, nada mais é do que usar uma linguagem de marcação, algo parecido com o HTML ou o Javascript, que ajuda os computadores dos mecanismos de buscas a entender seu conteúdo, seus dados.

Se você executar essa estratégia corretamente ganha vantagem sobre a concorrência porque ajuda aos buscadores a entender o significado dos seus dados.

Google I/O 2019 mostra como o SEO vai ser no futuro: Use marcação de dados estruturados
Use marcação de dados estruturados. Os dados estruturados ajudam a busca do Google destacar o seu site nos resultados.

Usando códigos que estruturaram os dados do seu site você cria relação semânticas, que demonstram significado entre as entidades, tornando mais fácil para o Google (o buscador que melhor aproveita essa marcação) a destacar seu site de formas diferentes nas resultados das buscas.

Na imagem acima vemos o resultado por uma receita apresentando as imagens e as receitas divididas por etapas direto na SERP (página de resultados).

Mas como fazer isso? Como usar essa marcação em seu projeto agora?

Você tem duas opções:

O Google se tornou cada vez melhor em extrair apenas os fatos mais relevantes dos sites através da web. Esses fatos podem ser consumidos agora diretamente no resultado de uma busca.

O Google transforma dados facilmente em experiências visuais ricas, que são mais atraentes para os usuários. Isso cria um problema para os criadores de sites: os resultados das buscas são cada vez mais fechadas em si.

Assim, o Google deixa de ser um mecanismo de busca para se tornar uma plataforma fechada de ponta a ponta, capaz de trazer um usuário de A para B, sem necessidade de etapas intermediárias ou sites. Uma forma de contornar isso é tornar o seu site uma fonte constante de fatos relevantes, com conteúdos bem estruturados e um vocabulário semântico de termos bem construído.

Search Console: use!

Google I/O 2019: Google Search Console e o futuro do SEO

O Google Console é o novo nome de uma ferramenta muito usado por profissionais de SEO do mundo todo.

Ele é a ferramenta criada pelo Google para nos ajudar a acompanhar resultados do nosso trabalho, especializado em alguns quesitos que fazem um site aparecer bem nas buscas.

Existem ferramentas que podem lhe ajudar a otimizar seus projetos ou de seus clientes, estruturando os dados, com a ajuda do Search Console.

Teste, faça seus experimentos e use o Google Search Console para criar dados estruturados. Essa foi uma recomendação bem clara dos engenheiros no Google I/O 2019 !

O Mundo da Busca em 2019

Google I/O 2019: O Mundo da Busca em 2019
O Mundo da Busca em 2019: como a busca funciona, busca por imagens, dados estruturados e Search Console por Google.

Em 2019 temos que, de uma vez por todas, abandonar velhas práticas que deram certo no passado mas que não fazem mais sentido.

Se você ainda trabalha com o pensamento em palavras-chave, simplesmente pare! O Mundo da Busca em 2019 é totalmente semântico e está dividido nesses quatro tópicos:

  • O Funcionamento da Busca;
  • Imagens e Vídeos;
  • Dados Estruturados;
  • Ferramenta de Gestão do SEO.

Portanto, vamos entender…

Como o Google funciona?

Basicamente o Google é uma ferramenta que navega pela internet toda procurando por novos conteúdos. Para isso ele usa um navegador como você está fazendo agora. Ele acessa a internet usando a versão mais nova do Chrome para achar páginas e sites.

Ele faz isso procurando por dicas que os levem a nossos endereços que possam responder pela perguntas que nós fazemos em sua caixa de buscas. Funciona mais ou menos assim:

Ele varre a internet de tempos em tempos (um programa extremamente especializado e complexo faz isso automaticamente) procurando por links em sites que ele já conhecem que apontem para novas páginas. Mas isso gera um problema:

E se o seu site, que é novinho em folha, não tiver nenhum link apontando para ele?

É aqui que entra a importância da marcação de dados e do uso do Google Console, que vou falar um pouco melhor depois.

Mas antes precisamos entender um elemento importante:

O que é um website?

Google I/O 2019: Todos esses site são...
Uma variedade de maneiras de desenvolver sites

Um site é composto de muitas coisas e os sites atualmente são feitos de muitas maneiras diferentes. Páginas HTML, PWA (Progressive Web Apps), Web Apps de todos os tipos e novas tecnologias como AMP (Accelerated Mobile Pages), e frameworks como o React (usado por Facebook e Uber para desenvolver projetos).

Mas o que são os sites para os buscadores?

Google I/O 2019: Os sites para os buscadores são...
Os sites para os buscadores são visualizados em qualquer navegador

Eles são todos esses tipos de projetos que estão hospedados em um servidor e que tem uma URL na Web, são acessíveis publicamente, o que permite que o robô do Google o encontre e catalogue suas páginas e que podem ser vistos em qualquer navegador atual.

Como o meu site é encontrado pelo Google?

Avise o Google que seu site existe

Como falei anteriormente o Google varre a internet procurando por atualizações de sites que ele já conhece e por novos sites.

Google I/O 2019: Como o meu site é encontrado pelo Google?
Como o meu site é encontrado pelo Google?

Mas você pode avisar esse robô que as suas páginas foram atualizadas ou que criou um novo site. Para isso é preciso avisar ao Google que seu projeto existe!

Google I/O 2019: Ajude o Google a achar e rastrear o seu site.
Ajude o Google a achar e rastrear o seu site.

Nos ajude a encontrar e rastrear seu site.


Martin Splitt – Developer Relations no Google

Essa frase foi dita no Google I/O 2019 e deve ser levada a sério por donos de sites e profissionais que gerenciam sites. E para isso o Google colocou em prática uma solicitação antiga de desenvolvedores e profissionais de SEO:

Agora o Googlebot usa sempre a versão mais nova do Chrome!

Google I/O 2019: Excelente notícia! o bot do Google agora em diante vai usar somente a nova versão do Chromium!
Excelente notícia! o bot do Google agora em diante vai usar somente a nova versão do Chromium!

O Google, como eu disse anteriormente, usa o navegador que você usa para acessar a internet através de novos sites e páginas (ou algo parecido com isso). O que acontecia até a semana passada era que os usuários usam a versão mais atual do Chrome e o Google uma outra, desatualizada.

Isso acontecia por conta de compatibilidade como tecnologias antigas, mas eles conseguiram resolver esse problema e agora todos os sites vai ser rastreados pelas versões mais atualizadas, fazendo com que eu, você e o Google vejamos todas as novas tecnologias da mesma maneira.

Uma dica prática

Use as ferramentas do Search Console para avisar ao Google que seu site está atualizado. A dica é criar um sitemap.xml com toda a estrutura do seu site e usar a ferramenta “Sitemaps” para fazer o upload deste arquivo.

Um simples passo que faz o Google enxergar o seu projeto, rastreando e ranqueando o que você criou.

Aguarde! O Google demora um pouco para “rastrear” (crawl) seu site

Bots & SEO

E como o bot do Google se comporta quando o seu projeto é mais avançado, por exemplo, feito em Javascript?

Mas antes vamos ver a diferença entre os dois tipos de site, do ponto de vista do Googlebot!

Sites estáticos:

  • Funcionam sem Javascript e tem conteúdo em HTML;
  • Indexado rapidamente.

Sites dinâmicos (client-side):

  • Precisa de Javascript e app shell em HTML;
  • Indexado e depois renderizado.

Um alerta: sites que são renderizados (“montados”) direto no aparelho do usuário, os client-side e que são baseados em javascript só vão ferir o seu SEO se forem procurados em buscadores que não suportam essa tecnologia.

O que não é mais o caso do Google.

Resumindo:
O bot do Google agora usa SEMPRE a versão mais nova do Chrome, o que faz com que a renderização e o rastreamento sejam melhores para sites baseados em Javascript. (server-side contra client-side)

Mas você precisa ficar preocupado com essa novidade?

Google I/O 2019: Não se preocupe, o novo Googlebot não vai quebrar o seu SEO.
Não se preocupe, o novo Googlebot não vai quebrar o seu SEO.

Não precisa se preocupar. Os testes foram feitos por meses a fio e os resultados que temos é que a implementação foi bem feita e está funcionando perfeitamente.

Google I/O 2019: Não se preocupe, o novo Googlebot foi testado durante meses.
Não se preocupe, o novo Googlebot foi testado durante meses.

Mas fique por dentro, mantenha-se informado e monitore o seu projeto caso alguma queda significativa ocorra. Os engenheiros do Google prometeram avisar a comunidade rapidamente a cada update. Nesses momentos, fique de olhos nas estatísticas.

O mundo é mobile e o Google também

Mobile-first index!!

Os celulares são mais utilizado do que computadores para acessar internet no Brasil, um em cada cinco domicílios brasileiros tem acesso à internet sem ter um computador.

Segundo a pesquisa do Comitê Gestor da Internet no Brasil, CGI.br, quase metade dos brasileiros que acessam a internet o fazem com um celular. Todo mundo que acompanha o o Analytics de seu site vê o acesso via smartphone disparar nesses últimos anos.

Se no seu site o acesso móvel não é o primeiro colocado você pode estar com um site que não funciona nos celulares. E isso é um problemão, porque o Google é Mobile-first.

Google I/O 2019: A maioria do trabalho de renderizar e ranquear é mobile.
A maioria do trabalho de renderizar e ranquear é mobile. A maioria dos usuários usa smartphones, então o Googlebot usa um smartphone também em seu ranqueamento.

Mais de 50% dos resultados de buscas vem do index móvel. E se o seu site não funciona, carrega e é visualizado perfeitamente em celulares, pare de ler esse post agora e acesse o Google Search Console e analise o seu site.

Outra dica é o Test My Site, onde você vai ter um teste completo do site com dicas de o que acertar.

Mas em resumo, o que o seu site precisa para ser bem indexado pelo Google Mobile é:

  • Conteúdo em texto;
  • Dados estruturados;
  • Imagens com o alt-text preenchido, em vários tamanhos;
  • Vídeos nos formatos suportados;
  • Os meta-dados já conhecidos: títulos, descrições, diretivas de descrição, etc.

E evite usar a velha estratégia de uma url separada para mobile. Tenha um site inteiro que funciona bem no mobile ou invés de um mobile.meusite.com.

Google I/O 2019: O que a indexação mobile precisa?
A indexação mobile precisa de conteúdo textual, dados estruturados, imagens, vídeos e outros meta-dados.

Texto são legais mas as imagens são ótimas oportunidades

Esse é um recado para mim mesmo. Quem veio do texto, como eu, tem a tendência de colocar bastante texto nos sites. Textos são legais mas um site precisa ter equilíbrio.

Imagens, vídeos, gráficos, textos, tudo colocado na medida de um só fato: o seu usuário!

Uma dica

Cada página do seu site deve focar em um tema. Se precisar sair dele, estude criar uma página nova.

Outra dica

Vá incrementando cada página aos poucos, não precisa ter uma super página, mega otimizada no lançamento do site. É melhor lançar com o mínimo necessário do que nunca colocar no ar.

Veja na imagem abaixo, o exemplo dos itens no HTML que aparecem na busca, caso você já não saiba.

Google I/O 2019: O que está na sua página?
Marque os dados que estão na sua página para que ela tenha acesso a resultados avançados do Google

SEO PARA IMAGENS

O Básico

Como f id=”urn:enhancement-58″ class=”textannotation”>azer imagens serem fontes de acesso? Como fazer com que as imagens do seu web quanto no celular?

O trabalho básico é simples:

  • Imagens de qualidade;
  • Tamanho acima de 1200 px são recomendados pelo Google;
  • Coloque o nome do arquivo relevante ao tema da imagem;
  • Preencha as tags alt-text e description.

Com esses cuidados básicos você já aumenta muito a chance das suas imagens serem fontes de acesso ao seu site.

Mas dá para fazer mais, muito mais com algum trabalho extra.

Google I/O 2019: Dados estruturados são uma forma de seu site ir além nos resultados de Busca.
Resultados avançados da busca do Google

Avançado

A busca por imagens, principalmente a do Google, é cada vez mais inteligente. Hoje em dia ela mostra os resultados com muito mais contexto.

Por isso o Google deu essas recomendações:

  • Faça ótimos sites com imagens de alta qualidade e que sejam relevantes;
  • Coloque suas imagens próximas ao texto que seja relevante a elas. Use essas imagens próximas ao topo da página;
  • Evite colocar texto importante dentro das imagens;
  • Estruture seus dados;
  • Use nomes de arquivos e URLs que sejam descritivas;
  • Use as tags semanticamente corretas para inserção das imagens.

Mais dicas você pode encontrar aqui: bit.ly/google-images-guidelines

Como usar imagens responsivas e lazy-loading sem prejudicar o SEO?

Para imagens responsivas basta usar em conjunto a tag <picture> e declarar o srcset. Já para usar o lazy-loading, que ajuda seu site a carregar mais rápido (ótimo para o SEO) mas sem prejudicar a semântica do seu conteúdo, você precisa usar IntersctionObserver. O Chrome, agora por padrão, permite o uso da tag lazy.

Google I/O 2019: Inserção avançada de imagens
Inserção avançada de imagens

Novidades no SEO para Imagens

Em breve o Google vai começar a convidar desenvolvedores a participar de um programa, que vai mostrar de uma forma diferenciada, imagens de alta qualidade direto nos resultados das buscas.

As pesquisas sobre o uso de redes sociais e na web mostrou que imagens de qualidade aumentam o tempo que os usuários ficam nas páginas, a quantidade de interações e o compartilhamento de conteúdo.

Em breve, se você usar imagens de alta qualidade em seu ment-209″ class=”textannotation disambiguated wl-creative-work” itemid=”http://data.wordlift.io/wl01797/entity/site”>site, vai poder participar deste programa.

Discover

O Discover é uma ferramenta exclusiva do aplicativo Google, presente nos aparelhos Android e iOS (ele pode ser baixado na loja da Apple).

Ele foi criado para mostrar notícias entregues individualmente para cada pessoa, baseada em seus gostos, tentando até antecipar o que eles podem querer, entregando na palma da mão este conteúdo.

As suas páginas no Discover

O seu itemid=”http://data.wordlift.io/wl01797/entity/conteudo”>conteúdo pode aparecer nesta ferramenta. Se você publica

O Google pode apresentar um resumo da sua página em um cartão exibido aos usuários no Discover, que é uma lista de tópicos com rolagem disponível na navegação em dispositivos móveis. Tocar em um cartão enviará o usuário para a página de origem da entrada do Discover.

https://support.google.com/webmasters/answer/9046777

O Discover também inclui vídeos, placares esportivos, atualizações de entretenimento (como lançamentos de filmes), preços de ações, informações sobre eventos (como os indicados para uma cerimônia de premiação ou as atrações de um festival de música) e muito mais. O Discover é uma central de conteúdo para todos os seus interesses.

O itemid=”http://data.wordlift.io/wl01797/entity/conteudo”>conteúdo do Discover é classificado por algoritmos de acordo com o que o Google acha que seria mais interessante para cada usuário. A classificação do conteúdo é feita de acordo com o nível de correspondência entre o conteúdo dos artigos e os interesses de cada usuário. Por isso, a única maneira de aumentar a classificação das suas páginas é postar conteúdo que possa ser interessante para os usuários.

Como fazer seu conteúdo aparecer no Discover?

As duas melhores maneiras de aumentar a classificação e o desempenho do “urn:enhancement-142″ class=”textannotation disambiguated wl-thing” itemid=”http://data.wordlift.io/wl01797/entity/conteudo”>conteúdo do Discover são (1) publicar conteúdo que pode ser interessante para os usuários e (2) usar imagens de alta qualidade no material. Exibir cartões do Discover com imagens grandes em vez de miniaturas leva a aumentos de 5% na taxa de cliques, 3% no tempo gasto nas páginas e 3% na satisfação do usuário.

Para ativar imagens grandes nos seus resultados do Discover:

  • Use imagens grandes e de alta qualidade com pelo menos 1.200 pixels de largura;
  • Conceda ao Google os direitos necessários para exibir suas imagens de alta qualidade aos usuários. Você tem duas opções, usar AMP ou preencher este formulário para indicar interesse no programa opcional.

AMP e Imagens

Ter páginas AMP e imagens de qualidade vão habilitar o SWIPE TO NAVIGATE, uma nova funcionalidade que abre a página AMP direto da busca por imagens, sem delay.

Com essa nova funcionalidade, seu usuário vai poder acessar seu conteúdo direto da busca por imagens, só deslizando para cima.

Resultados de buscas inovadoras

A sua próxima busca pode estar em 3D!!

Uma novidade que ainda não está liberada pelo Google são os modelos em 3 dimensões, direto no resultado da busca.

Além de ter os modelos em 3D, para ter esse conteúdo avançado aparecendo nas buscas por imagens, você vai precisar usar a marcação, como demonstrada na imagem abaixo:

Google I/O 2019: Modelos em 3D na busca
Como inserir modelos em 3D na busca

Usando o model-viewer você pode colocar no seu site o modelo em 3D e também habilitar a visualização em Realidade Aumentada, com apenas duas letras no código: “ar“.

Imagine as possibilidades para demonstrações de produtos, que com a Realidade Aumentada, podem ser demonstrados inseridos em ambientes reais somente com a câmera de um celular. Seus clientes vão poder ter certeza que aquele tênis, por exemplo, combina perfeitamente com as roupas que acaba de comprar.

SEARCH CONSOLE: Caixa de ferramenta do SEO para o Google

Google I/O 2019: Use o Search Console do Google
Adicione e verifique o seu site no Search Console do Google

DUPLEX NA WEB!!

Ano passado no I/O, o Google apresentou o Duplex, uma ferramenta baseada em machine learning, que faz ligações e conversa com pessoas reais para, por exemplo, fazer uma reserva no seu restaurante preferido, no seu nome.

Essa funcionalidade era exclusiva para celulares, ainda só em inglês. Mas agora ele está vindo para a Web!

 

Google I/O 2019: O Duplex está vindo para a Web!
O Duplex está vindo para a Web! Use o seu robots.txt para aproveitar essa novidade.

A expansão do Assistente na xtannotation disambiguated wl-thing” itemid=”http://data.wordlift.io/wl01797/post/o_que_e_web_semantica_”>Web com as funcionalidades do Google Duplex era algo esperado mas a velocidade do desenvolvimento surpreende. Para habilitar a novidade, segundo o próprio Google, basta uma modificação no arquivo robots.txt.

Ainda aguardamos mais informações sobre isso mas sabemos que em breve, com o Duplex na web, seu site vai poder ajudar seus visitantes a executarem ações complexas com a ajuda do machine learning.

Google I/O 2019: Em breve o Duplex do Google estará disponível
Google Duplex em Breve!

Como preparar meu site para o Duplex?

São 3 passos bem simples para preparar o seu site para o Duplex. Vamos a eles:

  • Verifique seu site com o Search Console para as configurações e analytics;
  • Se prepare para mais em breve!
Google I/O 2019: Se prepare para o Duplex na Web
Se prepare para o Duplex na Web

Para obter mais informações, acesse: webmasters.googleblog.com

Veja abaixo o evento completo Google Search: State of the Union (Google I/O’19)

Este post vai ser atualizado conforme algumas novidades comecem a ser implementadas.

Artigos relacionados ao Google

0 comentários

Trackbacks/Pingbacks

  1. A História da Web e o SEO Semântico - Semantico - […] e na terceira parte começaremos a falar sobre a semântica em si. Na terceira parte da série SEO Semântico vamos falar sobre como…
  2. Saiba como rankear no Google em 2019 - Semantico - […] Como o Google funciona em 2019? Veja no post Google I/O 2019: como o SEO vai ser no futuro?…
  3. Otimização Semântica: um estudo de caso - Semantico - […] No gráfico acima o resultado mais impactante que tivemos: colocar um conteúdo publicado dois dias antes no Google Discover.…
  4. AEO é o novo SEO - Semantico - […] dica: não se desespere, existem maneiras de fazer isso. Eu preparei dois conteúdos:Como o SEO vai ser no futuro?…

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Checklist de SEO para wordpress em 2021

Hoje pela manhã um amigo me pergunta no WhatsApp: "Tu tem algum checklist de SEO para wordpress pra me indicar?". Ter eu tenho, mas ele está na minha cabeça, pensei. Eu poderia pesquisar um na...

A Web Semântica e o SEO – Ao Vivo

Vamos conversar? Desde 2018 quando entrei em contato com o SEO pela primeira vez uma coisa me incomoda: Ter mais contato com profissionais de fora do Brasil do que daqui. Durante um tempo eu ia em...

Google Core Updates

O Google acabou de confirmar que lançou um "Google Core Update" ou um update amplo hoje: Uma nova atualização ampla do núcleo (Google Core Updates) começará a ser lançada na quarta-feira - esta...

Como trabalhar com o SEO?

Antes de responder como trabalhar com o SEO, quero que separe um tempo para assistir esse filme. Nele você vai ter a história por trás de como o Google funciona. O SEO é independente de um buscador,...

A Solução para as Fake News

Esse post foi originalmente escrito no meu linkedin e está sendo repostado aqui no blog. A solução para as notícias falsas (fake news) está bem mais próxima do que você imagina Fake News, Fake...

Entre em Contato

Alexander Rodrigues Silva

Alexander Rodrigues Silva

Consultor SEO

Sou publicitário, com mais de 20 anos de experiência no Digital. Trabalho com Search Engine Optimization desde 2009, sempre buscando alinha a experiência do usuário a estratégias como Marketing de Conteúdo, otimizando o investimento em SEO.

Rua Santo Antônio, 325 - Porto Alegre, RS  | contato@semantico.com.br