Como rankear no Google?

Como rankear no google?

Já deixando claro o que seu site vai precisar fazer: criar conteúdos que sejam relevantes de acordo com a intenção de busca do seu usuário.

Criar conteúdos que estejam alinhados com os desejos e necessidades de seus usuários é mais complicado do que parece.

Mais do que tentar imaginar o que eles precisam é preciso conhecer profundamente sobre como o Google funciona hoje em dia, saber tudo sobre semântica, criação de conteúdo para web e, principalmente, conhecer muito dos fundamentos do SEO. E vamos lhe mostrar um dos caminhos para rankear no Google em 2019 (20, 21, 22…)!

Os fundamentos do SEO ainda são muito relevantes.

Se eu preciso rankear para o termo “o melhor blog sobre SEO” não vou ser inocente em achar que o Google vai simplesmente colocar minha página na busca.

Hoje em dia o cenário é mais complexo. O que o Google precisa, e sabe que os usuários precisam, é de informação.

Por isso para aparecer bem numa SERP é preciso diversificar: crio posts, vídeos, dados, gráficos, etc, etc, etc.

Em resumo:

O Google quer que você tenha a informação relevante que o usuário procura.

Como o Google funciona em 2020? Veja no post Google I/O 2019: como o SEO vai ser no futuro?

Se você leu o post acima, ou vai ler, vai ver que existe algo que pode ser feito com o seu conteúdo, que vai lhe ajudar bastante a subir nos resultados: usar marcação estruturada nos seus textos.

Usar dados estruturados ainda lhe ajuda a aparecer em resultados de buscas por voz.

Mas o que é Intenção de Buscas e por que isso é importante?

A intenção de busca é o motivo que uma pessoa faz uma pesquisa.

Sendo bem claro: “Por que esta pessoa fez essa pesquisa?

A intenção é aprende algo? Está querendo fazer uma compra? Procura uma informação específica ou até mesmo um endereço na internet?

Ninguém acessa o campo de buscas sem um motivo. É isso que precisamos entender, prever talvez.

E se você trabalha com Marketing, precisa saber que essa descoberta vai mudar a jornada de compra de sua persona.

Esqueça tudo o que você sabe sobre Funil. Seja o funil de marketing ou de compra.

Além do funil tradicional do marketing: Como rankear no google?
Além do funil tradicional do marketing.

Pense em como você mesmo faz uma compra importante hoje em dia. Não estou falando do supermercado, mas algo como um celular, uma TV ou o seu carro.

O caminho que fazemos até chegar na escolha perfeita passa por um caminho muito particular. Cada pessoa usa diversos aparelhos (celular, computador), em momentos completamente diferentes. Não existe mais aquela linha reta que vai da Consciência até a Consideração, chegando na compra.

O consumidor atual, independente da idade ou gênero, faz um caminho que vai e vem. Que passa do digital ao físico em poucos momentos, e que gera uma compra em meses ou em minutos.

Mas uma coisa é certa: as pessoas usam cada vez mais seus celulares para receber respostas. E em cada pergunta existe uma intenção.

E é esse processo acima que remodelou o trabalho do Marketing nos dias de hoje.

A maioria (das jornadas) não se parece nada com um funil. Elas são como pirâmides, diamantes, ampulhetas, e muito mais.

E é por isso que a intenção de uma busca é tão importante. A intenção por trás de cada procura deve conduzir o processo de criação do seu conteúdo. Mas antes precisamos entender os tipos de intenção.

Os 4 tipos de intenção de busca

Agora vamos lhe ajudar a entender quais são os tipos principais de intenção de buscas, com algumas ideias de buscas para cada tipo e já falar como, depois de identificada a intenção de quem procura, criar conteúdo que vá de encontro a cada momento dessa jornada. Para isso vamos definir quais…

Os tipos básicos de intenção de busca:

  1. Informacional;
  2. Navegação;
  3. Comercial;
  4. Transacional.

Um pequeno resumo para você criar conteúdos otimizados para intenção de busca:

  • Conheça as intenções do seu público profundamente. Se você usar ferramentas como o Semrush o seu trabalho é mais fácil, eles tem funcionalidades específicas para isso, mas caso não possa investir, dá para fazer algo parecido usando o Google Search Console.
  • Preste atenção nas palavras usadas nas buscas: elas já demonstram claramente a intenção do usuário.

Como rankear no Google? Use o Google a seu favor

A própria página de resultados de uma busca, também conhecida por SERP, tem a resposta para a pergunta acima. Encontre a primeira intenção, mesmo que ela seja informacional e através dela, direto nos resultados no Google vai encontrar sugestões de outras perguntas feitas.

Resultados de buscas avançados

O Google tende a mostrar em alguns resultados de buscas algumas funcionalidades mais avançadas. A frequência que uma resultado como o mostrado abaixo aparece depende da intenção da busca.

Resultados de buscas avançados

Encontrar um resultado assim numa busca relacionada ao seu negócio indica a intenção desta busca, lhe dando dicas fundamentais para ir mais a fundo nessa otimização. Mas eu preciso lhe dar um alerta: essas páginas mudam o tempo todo, e um resultado como o de cima é somente um retrato curto no tempo.

A dica que eu lhe dou é sempre analisar, principalmente os resultados avançados, com um olhar a longo prazo. Se você pesquisar sobre esse mesmo termo, daqui a uma semana, mês ou ano, vai achar coisas completamente diferentes.

Vamos agora aos tipos de buscas…

Buscas Informacionais

São aquelas onde o usuário procura alguma informação. Elas podem usar temos como SEO, quando querem saber algo mais genérico sobre “Otimizar um site dá resultado?“, ou até mesmo “Como otimizar o meu site em 2019”, onde uma frase é usada para restringir os resultados, com intenção de já ir mais direto ao ponto.

Como criar conteúdos quando a intenção de busca é informacional?

Como criar conteúdo que se alinhe com a intenção de pesquisa? Geralmente esse tipo de busca está dividida em duas categorias:

  • As genéricas: que usam poucas palavras e são muito investigativas. Ex.: SEO
  • As específicas: que usam mais termos, podem ser feitas após resultados não satisfatórios gerados pelo primeiro tipo. Ex.: “O que são dados estruturados?

Se o termo procurado tem uma intenção informacional, o melhor conteúdo a ser feito é criar um post em seu blog dando exatamente a informação que seu visitante precisa.

Buscas de Navegação

Podemos considerar essa intenção de busca de duas maneiras, atualmente. Uma navegação online, onde procuro por Blog sobre SEO e achou o meu site, ou, quando a navegação começa online e termina no mundo real, como no caso de uma busca por “pizzaria orgânica perto de mim“, com a intenção de ir conhecer o estabelecimento que ouvimos falar.

Como criar conteúdos quando a intenção de busca é navegacional?

Aqui temos que dividir esse conteúdo em duas áreas bem específicas: se você tem um negócio físico (um escritório, uma loja) ou se é online, digital.

Para um negócio físico você deve configurar o Google Meu Negócio. Quando uma busca envolver o nome do seu negócio, o resultado que aparecer vai estar com todos os dados necessários para que esse visitante entre em contato. Além disso, o seu site deve ter um mapa do Google Maps com a localização da sede, os telefones atualizados e um endereço. Prefira colocar essa informação no footer, porque ela vai se repetir em todo o site.

Para um negócio físico você deve configurar o Google Meu Negócio.

Para um negócio digital a sua página de contato no site é fundamental mas ter algumas páginas criadas especificamente para os serviços que presta, é uma ideia interessante, já que o usuário pode estar procurando por algo que cruza o seu site com um serviço que ele precisa.

Buscas Comerciais

Agora imagine que essa mesma pessoa que procurou por SEO, depois por Blog sobre SEO, e que agora está mais informado, começou a considerar a contratação de um especialista em SEO para o site dele. A intenção de busca comercial, também chamada de Investigação Comercial, é aquela que já existe a ideia de fazer negócios mas a intenção é de investigar melhor as opções.

Como criar conteúdos quando a intenção de busca é comercial?

A dica é encontrar as perguntas que seus clientes podem fazer quando pensam em algo relacionado a sua empresa. No caso que eu citei acima, como a minha empresa sou eu mesmo (o meu nome, meu blog), se alguém chega até aqui através de uma busca de investigação comercial deve cair numa página onde explico em detalhes o que eu faço, os serviços que ofereço (como a otimização de sites), os meus clientes, cases, contato e etc.

Buscas Transacionais

Agora finalmente a intenção é contratar um analista SEO para um projeto digital. Essa nossa pessoa imaginária pode procurar por “contratar analista SEO em Porto Alegre” ou até mesmo “contratar especialista em SEO“. O que interessa aqui é: se ele achar o Blog Semântico, no resultado dessa busca, a chance de me contratar como fornecedor de serviços de otimização é alta.

Como criar conteúdos quando a intenção de busca é transacional?

Se a intenção de busca identificada é a transacional, o melhor conteúdo a ser criado é uma página para cada um dos seus serviços e produtos. Páginas que sejam criadas para responder cada uma das buscas.

Pare de criar conteúdo para a média do seu público!

Seja útil! As pessoas costumam responder melhor quando percebem que entendemos suas necessidades, por isso é tão importante criar ou otimizar seu conteúdo com dois objetivos em mente:

  1. Relevância para o seu consumidor;
  2. Valor a longo prazo para o seu negócio.

É preciso ter em mente que algumas pessoas fazem pesquisas, chegam ao seu site, ficam pouco tempo e vão embora. Já outras podem voltar várias vezes seguidas, algumas outra vão dispor de bastante tempo entendendo o que você oferece.

Entender essa diferença, conhecendo quem são esses visitantes, suas necessidades e criando conteúdos otimizados para cada etapa nesse jornada é a diferença entre um serviço e um negócio sustentável.

Artigos relacionados ao Google

0 comentários

Trackbacks/Pingbacks

  1. Taxonomias e SEO - Semantico - […] Taxonomias para projetos de SEO (Otimização de Sites) não é algo comum mas é algo que pode elevar seu…
  2. Porque ser nerd me fez um analista SEO melhor. - Semantico - […] Aprenda a como rankear no Google em 2019 […]
  3. AEO é o novo SEO - Semantico - […] em dia, para subir no ranking do Google, é preciso prestar atenção no que as pessoas […]

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Checklist de SEO para wordpress em 2021

Hoje pela manhã um amigo me pergunta no WhatsApp: "Tu tem algum checklist de SEO para wordpress pra me indicar?". Ter eu tenho, mas ele está na minha cabeça, pensei. Eu poderia pesquisar um na...

A Web Semântica e o SEO – Ao Vivo

Vamos conversar? Desde 2018 quando entrei em contato com o SEO pela primeira vez uma coisa me incomoda: Ter mais contato com profissionais de fora do Brasil do que daqui. Durante um tempo eu ia em...

Google Core Updates

O Google acabou de confirmar que lançou um "Google Core Update" ou um update amplo hoje: Uma nova atualização ampla do núcleo começará a ser lançada na quarta-feira - esta chamada de Atualização do...

Como trabalhar com o SEO?

Antes de responder como trabalhar com o SEO, quero que separe um tempo para assistir esse filme. Nele você vai ter a história por trás de como o Google funciona. O SEO é independente de um buscador,...

A Solução para as Fake News

Esse post foi originalmente escrito no meu linkedin e está sendo repostado aqui no blog. A solução para as notícias falsas (fake news) está bem mais próxima do que você imagina Fake News, Fake...

Entre em Contato

Alexander Rodrigues Silva

Alexander Rodrigues Silva

Consultor SEO

Sou publicitário, com mais de 20 anos de experiência no Digital. Trabalho com Search Engine Optimization desde 2009, sempre buscando alinha a experiência do usuário a estratégias como Marketing de Conteúdo, otimizando o investimento em SEO.

Rua Santo Antônio, 325 - Porto Alegre, RS  | contato@semantico.com.br